Desvendando a beleza além da areia_ os 5 melhores passeios no Atacama

Desvendando a beleza além da areia: os 5 melhores passeios no Atacama

Quando se trata de turismo no Atacama, as pessoas geralmente se perguntam se, no meio do deserto, vão encontrar tudo o que precisam para que sua viagem seja a mais perfeita possível. Além disso, se preocupam pensando se os passeios não vão ser todos iguais, só paisagens com areia. 

Diante disso, a Zerando começou uma série de matérias para te mostrar tudo sobre o Atacama, um dos lugares mais incríveis do Chile. Nós garantimos que esse lugar vai te surpreender com as paisagens, que vão muito além de uma imensidão de areia. 

Com isso, hoje temos mais um capítulo dessa série e vamos mostrar os cinco melhores passeios no Atacama…Vem com a gente!

1. Geisers del Tatio

Geisers del Tatio

Antes de mais nada, precisamos explicar um pouco sobre a geografia de lá. Num geral, no Chile, a água que vem da cordilheira é a responsável pela formação dos rios e lagos, os quais têm como destino o Pacífico. Já no Atacama, esse percurso fica um pouco diferente. A água que sai da cordilheira infiltra nas rochas vulcânicas, em uma profundidade de 15 a 30 km, e essa enorme profundidade faz com que ela entre em contato com um campo de magma vulcânico, com temperaturas que chegam a mais de 600°C. Esse combo de alta pressão e temperatura faz com que a água busque uma saída do solo – então, formam-se os gêiseres

O que se presencia no local são verdadeiras explosões de água diretamente do solo, as quais vêm acompanhadas de muito vapor. O passeio até os geysers geralmente começa bem cedo – por volta das 4h da manhã -, quando o sol ainda não nasceu e a temperatura do ambiente está beeem baixa. Esse contraste do calor da água e do vapor com o frio do ambiente faz com que o cenário fique cinematográfico e te renda fotos incríveis.

Em razão disso, essa atração turística é incrível, já que a maioria dos brasileiros nunca presenciou algo parecido de perto. 

Falando em dicas, aqui vão algumas desse passeio:

  • O local dos gêisers tem uma altitude elevada, então deixe esse programa para os últimos dias da viagem, quando você já estiver mais aclimatado;
  • Pelo motivo do item anterior, evite o consumo de álcool e de carne vermelha no dia anterior ao da visita;
  • Vá muito bem agasalhado, de preferência, utilizando roupas térmicas na primeira camada – as temperaturas no local podem ficar abaixo de zero;
  • Mantenha-se hidratado, leve protetor solar, hidratante labial e use roupas confortáveis. 

2. Termas de Puritama

Termas de Puritama

Ao mesmo tempo que o deserto do Atacama traz paisagens fantásticas, não podemos negar que a viagem torna-se cansativa após alguns dias, em razão das caminhadas, de alguns dias acordando muito cedo e da altitude. Por essa razão, nada melhor do que um passeio para relaxar e recuperar as energias, como são as Termas de Puritama, que é sem dúvida, um dos melhores passeios do Atacama

O local conta com oito piscinas naturais, com temperaturas em torno de 28° a 35°C, são perfeitas para relaxar, tudo isso vislumbrando um cenário de tirar o fôlego. Você pode incluir o passeio nos últimos dias, quando já estiver mais cansado, ou na metade da viagem, para recarregar as energias. 

Diferentemente do passeio anterior, esse não exige que você acorde muito cedo, já que você pode visitar o local pela manhã ou no período da tarde. Ele fica aberto todos os dias das 9h às 17h30. Na sua mochila, leve roupas de banho, chinelo, toalha, protetor solar e óculos de sol. Além disso, mesmo que a água seja quente, é recomendável que você leve um casaco para o momento da saída.

Por fim, indicamos que você leve um lanche, já que não há lojas ou restaurantes no local. Para guardar tudo isso, há armários disponíveis no local, porém, se quiser mais segurança, você deve levar o seu próprio cadeado. 

3. Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas

Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas

Voltando aos passeios que começam cedo, vamos às Piedras Rojas, que ficam nas proximidades da Laguna Chaxá, no Salar de Talar. Você vai sair da sua hospedagem em San Pedro e pegar a estrada a um destino que fica a mais de 4.000 metros de altitude. As paisagens até lá são lindas, com as cordilheiras e vulcões desenhando o horizonte, e o sol nascendo no meio de tudo isso – o esforço de acordar cedo compensa! 

Ao longo da viagem até lá, a vista vai mudando, ficando com uma vegetação e animais diferentes – sim, existe vida no deserto. Talvez você nunca tenha ouvido falar das vicuñas, animal que faz parte dos camelídeos andinos, mas certamente verá algumas pelo caminho. 

Pode ir preparado: mais uma vez, você vai perder o fôlego com a beleza estonteante do local. Diretamente do Mirante de Piedras Rojas, você poderá presenciar o contraste entre o azul claro das águas, o topo das montanhas cobertas de neve (a depender da época) e o chão avermelhado, que formam um conjunto que parece uma pintura. Além disso, você terá a possibilidade de ver flamingos! É tudo muito lindo por lá, o que pode ser comprovado por fotos, já que uma imagem vale mais que mil palavras:

Piedras Rojas

É importante salientar que, em razão da altitude, o clima pode esfriar bastante e em específico nesse passeio venta bastante, então vá para esse passeio equipado com roupas quentes, jaqueta corta-vento, luvas e gorro. 

Depois de contemplar a beleza das Piedras Rojas, conectar-se com você mesmo e, claro, tirar as fotos de recordação, você vai seguir em direção à região das Lagunas Altiplânicas

Chegando ao destino, você encontrará as duas lagunas: a Miscanti e a Miñiques, uma bem pertinho da outra. Este destino é um dos mais bonitos que existem. As lagunas têm a sua beleza natural própria e refletem os vulcões da paisagem ao redor nas suas águas azuladas. É o local perfeito para você contemplar a natureza e se conectar com ela e com você mesmo. Nós recomendamos que antes de correr para tirar milhões de fotos, você caminhe por ali sentindo a maravilha que é estar naquele local. 

4. Valle de la Luna

Valle de la Luna

Primeiramente, precisamos deixar bem claro: não dá para ir ao Atacama e não visitar o Valle de la Luna! Esse, que é um dos melhores passeios do Atacama, foi nomeado em razão do seu relevo, que é similar ao da Lua. Trata-se de paredões e dunas gigantes formados por sal e argila e modelados pela ação dos ventos e chuvas, que são o cartão-postal do Atacama. 

Há menos de 20 km do centro de San Pedro, esse passeio dura meio período e deve ser feito durante a tarde, para que você possa contemplar o pôr do sol maravilhoso de lá. Além disso, começar o tour por volta das 16h faz com que você pegue temperaturas mais amenas, o que é ideal para fazer o percurso de caminhada e subidas até lá. Por ter uma altitude mais tranquila em relação aos demais passeios (2.250 metros), ele pode ser feito já nos primeiros dias para ajudar na aclimatação. 

O Valle de la Luna tem quatro setores habilitados para caminhadas: Mirante Duna Mayor, Mina Victoria, Três Marias e Mirante de Ckari. A riqueza de minerais presentes no local proporciona uma experiência visual sensacional, com muitos tons de marrom, laranja, cinza e branco! 

Aqui vão algumas dicas para esse passeio:

  • Vá com sapatos confortáveis para caminhar nas dunas, porque a areia é bem soltinha;
  • Apesar do sol intenso, no fim da tarde, bate bastante vento e, por isso, uma jaqueta é sempre bem-vinda; 
  • Leve um lenço, máscara ou bandana para cobrir o nariz e boca. O combo de areia solta e muito vento pode ser desagradável; 
  • Como todos passeio no Atacama, água, hidratante labial e protetor solar são essenciais

5. Tour Astronômico

Tour Astronômico

Por último, mas não menos importante: o Tour Astronômico. O deserto do Atacama está localizado em uma região afastada dos grandes centros, então a quantidade de luminosidade é bem reduzida. Além disso, tem um clima muito seco e está a mais de 2.000 metros de altitude. Por essas razões, o céu de lá é considerado um dos mais bonitos do mundo, porque permite que muitas estrelas, corpos celestes, nebulosas, estrelas cadentes e a via láctea possam ser vistos a olho nu.

O céu de lá é tão incrível que o local foi escolhido para a construção do maior observatório astronômico do mundo, o ALMA Observatory (Atacama Large Millimeter/Submillimeter Array), um projeto de cooperação entre vários países – incluindo o Brasil – que financiaram a construção de telescópios de longo alcance. Ele fica aberto para visitação durante o fim de semana, mas fique atento: para visitá-lo, é preciso se inscrever com bastante antecedência (pelo menos, um mês), porque a fila de espera é grande. 

O céu fica diferente a cada tour astronômico, em função da luminosidade e condições climáticas, e os guias costumam mostrar aquilo que está em maior evidência. Podem ser estrelas, constelações, planetas, satélites, nebulosas, galáxias, entre outros. 

De modo geral, os passeios saem do centro de San Pedro de Atacama em direção a observatórios nas proximidades do povoado. Normalmente, são iniciados com uma aula básica de astronomia, a céu aberto. Mesmo quem não tem conhecimento algum sobre os astros consegue sair com um bom conhecimento. Então, é feita a observação com telescópios e, então, a astrofoto. 

Por fim, a última parte do tour costuma ser tira-dúvidas com o guia sobre astronomia, quase sempre acompanhado de bebidas quentes, para espantar o frio. 

E por hoje é isso viajante, o Atacama é uma caixinha de surpresas, e cada parte dele também, então não deixe de colocar tudo que for possível no seu roteiro, ein? Nos vemos por aqui! 

Ahhh, temos muitas outras Dicas do Atacama aqui no blog para enriquecer ainda mais seu roteiro pelo deserto mais árido do mundo. 

Qualquer dúvida, portfólio ou se você quiser o Manual de Dicas de Santiago, pode me chamar no whatsapp clicando no link abaixo.

Link pro meu Whatsapp

Link pro meu canal do Youtube

No Instagram @zerandochile eu posto conteúdo diário sobre o Chile. Se você veio pelo blog, comenta na minha última foto #vimpeloblog

Se você está procurando pacote completo com passagens, hospedagem e passeios entra em contato com a nossa parceira Explora, o instagram deles é @exploraoficial!

Até o nosso próximo post! Abraço!

Tales Barreto

FUNDADOR ZERANDO O CHILE

Tales Barreto é um jovem sonhador cearense que abandonou uma carreira de piloto de navio pra tentar a vida no Chile. Hoje Youtuber de profissão, louco de criação e trabalha com turismo no Chile por paixão. Em uma de suas loucuras, decidiu zerar o Chile de van do indo extremo norte ao extremo sul do Chile gravando tudo pro Youtube. Daí veio o nome, Zerando o Chile! Se você ta vindo pra Santiago ou Atacama, fala com a gente. Nós te ajudamos com o seu roteiro e com a reserva de passeios.

Categorias

Comece por aqui

Hospedagem

Tours em Santiago

O que fazer em Santiago

Dicas Atacama

Dicas Santiago

Reserva online e suporte durante pagamento

BLOG

Posts Recentes

Salar do Uyuni

Como fazer a travessia do Salar Uyuni – Dicas de um expert

5 lugares incríveis para conhecer no Chile

5 lugares incríveis para conhecer no Chile

Termas de Puritana Deserto do Atacama

Termas de Puritama: Uma viagem pelas águas do Atacama

Explore as Termas de Puritama, no deserto do Atacama. Mergulhe nas relaxantes águas termais naturais, rodeadas pelo esplendor natural do Chile.
plugins premium WordPress
Abrir bate-papo
Olá
Podemos ajudá-lo?