Cartões de crédito e débito no Chile: saiba qual escolher

Por | Dicas de Santiago | 02 de julho de 2023

Durante o planejamento de uma viagem, sem dúvidas um dos principais pontos causadores de dúvidas em turistas no mundo todo é em como levar dinheiro em sua viagem, seja em espécie, via transferência ou em cartões de crédito ou débito. Independente de como vai ser, é sempre importante planejar com antecedência para não ter problemas e ficar sem dindin em outro país, não é?   

Apesar da troca de moedas em espécie nas casas de câmbio ser o modo mais popular de levar dinheiro para outros países, sem dúvidas está longe de ser a mais prática, já que muitas vezes os valores de conversão estão longe dos ideais, principalmente em aeroportos e durante finais de semana. Esse cenário muda completamente quando falamos de cartões, sejam eles de crédito ou débito, já que a tecnologia empregada nessa alternativa torna tudo mais simples e fácil. 

Falando do Chile, especificamente, o uso dos cartões está cada vez mais presente e popular, muito pela facilidade que eles proporcionam e pela economia de tempo, que é sem dúvidas o ativo mais caro em uma viagem. Mas afinal, quais são os cartões usados no Chile? E qual o melhor para usar na sua viagem? Se liga! 

Cartão de Credito e Debito no Chile

Cartões de crédito e débito no Chile: saiba qual escolher

Antes de tudo, é importante destacar que para usar um cartão de crédito ou débito em outro país, este cartão precisa ser internacional, ou seja, estar apto para compras fora do país de origem. Caso você não saiba se seu cartão possui essa configuração ativada, basta entrar em contato com o seu banco, caso não possua, basta efetuar o pedido de ativação do modo internacional. 

Com essa opção ativada, você pode efetuar compras e pagamentos em sites, lojas,  restaurantes, e supermercados, de maneira rápida e segura, sem precisar se deslocar até casas de câmbio para trocar dinheiro em espécie, além disso, os prejuízos em caso de furtos ou roubos diminui consideravelmente sem a presença de cédulas em sua bagagem. 

Outra informação muito importante que você precisa saber é que compras em cartões de crédito internacionais no Chile não podem ser parceladas, as chamadas cuotas (parcelamentos), não estão disponíveis nessa opção de compra. Além disso, as compras (como já é esperado) possuem impostos, na sua fatura de cartão, ao final do mês o valor que você gastou em pesos chilenos será convertido em dólar (e por isso estão sujeitas à variação cambial) e haverá inclusão do IOF, por isso não recomendamos essa opção, a não ser em emergências, já que o valor em impostos é imprevisível. 

Melhores cartões para usar no Chile

Que o Chile é um país economicamente muito desenvolvido não é segredo pra ninguém, mas o que pouca gente sabe é que essa característica se torna ainda mais importante quando falamos do nicho financeiro, já que o país abre portas para diversas empresas de crédito. Algumas das bandeiras mais conhecidas mundialmente, como a Visa e o Mastercard, são amplamente aceitas em todo o país, com cadastros em praticamente todas as redes de lojas, shoppings, supermercados, entre outros. 

Entre as principais opções de cartões usados por turistas que visitam o Chile, estão o Wise e o Nomad, ambos cartões de bandeira internacional e com diversas vantagens, vamos conhecer cada um deles. 

Wise

Cartões de crédito e débito no Chile: Wise
Wise Card

O cartão Wise Brasil, como é conhecido, é uma das melhores opções do nicho no mundo, se trata de um cartão de débito comum, porém com a opção de usar o saldo disponível em diferentes moedas, ou seja, dentro do aplicativo do cartão se pode fazer a conversão de valores em mais de 50 moedas diferentes. Para a conversão, é preciso pagar uma pequena taxa conforme a cotação do câmbio comercial do momento, porém sem taxas extras de transferência, como é comum em outros cartões. 

O Wise tem um limite mensal de R$ 9.000,00 (nove mil reais) para compras em conversão de moedas (como explicado anteriormente), caso esteja residindo em outro país, com visto aprovado, esse limite fica disponível de forma diária para transferências, ou seja você pode, por exemplo, fazer três transferências de R$ 9.000,00 em um dia. Através dele, se podem fazer transferências e pagamentos em débito.

Para criar uma conta e fazer o pedido de um cartão Wise basta baixar o aplicativo, disponível para Android e IOS, preencher as informações solicitadas e pronto, é só aproveitar os benefícios que o verdinho trás, fácil demais né? Mas é sempre bom fazer isso com antecedência, para não haver nenhum imprevisto. 

Baixar Wise Card: https://wise.com/br/card/ 

Nomad

Cartões de crédito e débito no Chile: Nomad
Nomad Card

Outra opção bastante utilizada por turistas, principalmente no Chile, é o cartão do Nomad, que nada mais é do que um banco internacional que permite aos clientes a possibilidade de abrir uma conta no exterior com saldo em dólar para viagens em todo o mundo. A conversão dentro do aplicativo do Nomad é feita da moeda de depósito para dólar, ou seja, caso você deposite R$ 500,00, esse valor será convertido a moeda norte-americana. O cartão Nomad fica atrelado à sua conta digital e é isento de anuidade. Ele pode ser adicionado ao Paypal e a carteiras digitais (e-wallets), como Apple Pay, Google Pay e Samsung Pay. Assim, você poderá fazer suas compras online e presencial. 

O Nomad possui um limite usual de US$ 500/dia, US$ 7.000/mês e US$ 36.000/ano, sempre nas cotações atuais, para utilizar tanto o cartão físico como o virtual baixa bastar o aplicativo banco Nomad, disponível para Android e IOS, preencher os dados solicitados e aproveitar a sua viagem com conforto e segurança. 

Baixar Nomad Card: https://www.nomadglobal.com/cartao-internacional 

Mas afinal, qual o melhor para usar no Chile?

A resposta é DEPENDE! Isso porque vai depender de muitos fatores, entre elas o seu local de origem e quantidade de dias que você vai permanecer no Chile, pois isso influencia em cotações e valores presentes diariamente. O Wise geralmente é mais recomendado para quem vem do Brasil para o Chile, já que ele consegue passar os valores para a moeda chilena sem necessariamente passar pelo dólar, diferentemente do Nomad, que é recomendado para quem vai de países cujo dólar é a moeda principal, já que a facilidade no uso é bem maior. 

E por hoje é isso pessoal, esperamos ter ajudado vocês em mais um passo no planejamento de sua viagem, qualquer dúvida é só chamar a gente, vai ser um prazer te ajudar, valeuuu! Nos vemos aqui no Chile. 

Ahhh, e não deixe de explorar mais dicar para a sua viagem pro Chile aqui no nosso blog na categoria de dicas de Santiago.

Qualquer dúvida, portfólio ou se você quiser o Manual de Dicas de Santiago, pode me chamar no whatsapp clicando no link abaixo.

Link pro meu Whatsapp

Link pro meu canal do Youtube

No Instagram @zerandochile eu posto conteúdo diário sobre o Chile. Se você veio pelo blog, comenta na minha última foto #vimpeloblog

Até o nosso próximo post! Abraço

Tales Barreto é um jovem sonhador cearense que abandonou uma carreira de piloto de navio pra tentar a vida no Chile. Hoje Youtuber de profissão, louco de criação e trabalha com turismo no Chile por paixão. Em uma de suas loucuras, decidiu zerar o Chile de van do indo extremo norte ao extremo sul do Chile gravando tudo pro Youtube. Daí veio o nome, Zerando o Chile! Se você ta vindo pra Santiago ou Atacama, fala com a gente. Nós te ajudamos com o seu roteiro e com a reserva de passeios.
plugins premium WordPress